Início | Acontece | Bares & Restaurantes | Galeria de imagens | Pronto-socorro/ UBS | Ônibus | Caminho da Paz|
 Menu
 Lazer
  Aluguéis











 

 

Com acesso fácil, Riacho lança Feira de Artesanato
 
Novo trevo do km 29 da Anchieta: trânsito livre para o turismo
da redação
A entrega do novo trevo do km 29 da Via Anchieta pela Ecovias, no final de dezembro, facilitou o acesso e revitalizou o turismo e o lazer no Riacho Grande. A partir deste sábado, a novidade é a Feira de Artesanato que estará aberta, das 9h30 às 17 h. na orla da prainha. O evento vai acontecer semanalmente, sempre aos sábados. Nos domingos, a Feira do Verde mantém a tradição de atrair milhares de freqüentadores assim como o Parque Estoril e o Pólo Ecoturístico Caminhos do Mar.
 
foto:Bruno Paino
Arranjo de diferentes materiais podem ser encontrados na Feira de Artesanato do Riacho Grande
No ano passado, formaram-se congestionamentos nas proximidades do trevo em virtude das obras. Agora, ficou mais fácil o tráfego das duas pistas da Via Anchieta, tanto para os motoristas que vêm do Litoral como aqueles que provêm do ABC e da Grande São Paulo. Nos últimos finais de semana o Riacho Grande têm recebido, em média, mais de 20 mil visitantes sem registro de nenhum engarrafamento.
Feira de Artesanato - Organizada pela Subprefeitura, os visitantes poderão encontrar nas diversas barracas uma grande variedade de trabalhos como bordados, crochês, bolsas, tapetes, mosaicos, pinturas em telas, enxovais para bebês, colchas, bichos de pano, camisetas, luminárias, abajures, florais miçangas, pedras e os mais diferentes arranjos com a utilização de madeira, barbante e materiais recicláveis.
 
foto:Bruno Paino
Produtos personailizados e diversificados podem ser encontrados na Feira de Artesanato do Riacho Grande
 

Estoril – Com uma freqüência de milhares de pessoas nos dias de verão, a expectativa é que o local passe a fazer parte do roteiro de lazer daqueles que ficavam desanimados com o trânsito intenso naquela região. O Parque Estoril, considerado o mais completo da Região do Grande ABC, possui mais de 373 mil m² de área verde, segura e bem cuidada. O parque oferece pedalinhos, turismo ecológico, zoológico e gastronomia. Os quiosques, que comportam de 20 a 220 pessoas, são procurados pelas famílias para piqueniques, festas de aniversário e confraternizações.
A segurança dos usuários tem sido um dos principais focos da Administração. No ano passado, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo entregou para a Capitania dos Portos a documentação dos empresários e dos 64 pedalinhos para serem registrados na base da Marinha, em Santos, além de regulamentar as empresas que prestam o serviço. Nos fins de semana, bombeiros e salva-vidas garantem a tranqüilidade dos usuários que preferem ficar na prainha, apesar do banho na represa não ser recomendável.
Pólo Ecoturístico Caminhos do Mar - É um lugar que combina paisagens e patrimônio ambiental histórico, cultural e tecnológico. Em meio à Mata Atlântica, declarada pela Unesco como Reserva da Biosfera, a antiga estrada de Santos – um dia chamada estrada da Maioridade – é um pedaço importante da história brasileira.
Na área do empreendimento estão distribuídos nove monumentos, oito construídos em 1922 em comemoração ao centenário da independência do Brasil. O mais antigo, a Calçada do Lorena, construído em 1792, é uma via pavimentada por pedras que aproveitou o traçado de antiga trilha utilizada por índios que carregavam mercadorias entre o planalto paulista e o litoral.
A visita é monitorada e feita a pé, durante quatro a cinco horas (dependendo do ritmo do grupo), com várias paradas para contemplação da paisagem, para explicações dos monitores e para tomar lanche. Na descida pela estrada Caminho do Mar, durante os nove quilômetros, passa-se pela Casa de Visitas do Alto da Serra, Pouso Paranapiacaba, Ruínas do Pouso, Belvedere Circular, Calçada do Lorena, Rancho da Maioridade, Padrão do Lorena e Pontilhão da Raiz da Serra no final do percurso e no Centro de Atendimento ao Visitante, em Cubatão. O retorno é em microônibus.
A população de São Bernardo tem mais facilidades para agendar visitas ao Pólo Ecoturístico. Isso porque a Secretaria de Turismo do Estado e a Prefeitura de São Bernardo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, conseguiram garantir 30 vagas semanais para os moradores de São Bernardo. O total de visitantes chega a 150 por semana. O agendamento deve ser feito pelos telefones (13) 3372-4114 e (13) 3372-3307, e a taxa de visita é de R$ 3,00. Mais informações pelo telefone 4348-1000 ramais 2221 e 2222.

 Voltar
 Notícias
 Links

Permitida a reprodução total ou parcial desde que citada a fonte

Riacho Grande - São Bernardo do Campo/SP - 2007